"Artista" que roubou hostias consagradas para exposição blasfema vai a julgamento - Atualidades

"Artista" que roubou hostias consagradas para exposição blasfema vai a julgamento





MADRI, 07 Dez. 17 / 05:00 pm (ACI).- A Associação Espanhola de Advogados Cristãos (AEAC) prepara um processo junto ao Tribunal Europeu dos Direitos Humanos em Estrasburgo (França), contra Abel Azcona pela exposição blasfema que o artista inaugurou na cidade espanhola de Pamplona em novembro de 2015.
Segundo precisa em um comunicado, a AEAC considera que a obra na qual Azcona aparecia nu ao lado da palavra “pedofilia”, formada com 242 hóstias consagradas, é um claro ataque aos Direitos fundamentais dos cristãos.

Conforme informaram em novembro de 2015, Azcona roubou as hóstias consagradas durante várias missas, simulando que ia comungar.
O Tribunal Europeu dos Direitos Humanos a mais alta autoridade judicial para garantir os direitos humanos e as liberdades fundamentais em toda a Europa.
A decisão de apelar a este Tribunal, com sede em Estrasburgo, ocorre depois que o Tribunal Constitucional da Espanha não tenha admitido o trâmite do recurso pelos ataques à liberdade religiosa.

Segundo Polonia Castellanos, presidente da Plataforma, a decisão do Tribunal Constitucional é “uma decepção” e acrescentou: “é uma vergonha que tal ataque aos católicos permaneça impune”.
Castellanos também assegurou no comunicado que esta decisão do Tribunal Constitucional supõe abrir precedentes “para que uma pessoa possa se meter impunemente contra os católicos”. Insistiu que isto é “uma discriminação, pois não se permite nenhum tipo de insulto a qualquer outro grupo. Por outro lado, contra os católicos e contra os cristãos tudo é permitido”.

Diante dos repetidos ataques à fé católica, a Associação Espanhola de Advogados Cristãos lançou a campanha #RespetaMiFe (respeita a minha fé), esta já recebeu mais de 30 mil de assinaturas e mostra claramente a necessidade de uma proteção contra ações que ameaçam a liberdade ou sentimentos religiosos dos católicos e cristãos.
4 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.