Casagrande afirma que é fã de Lúcifer - Atualidades

Casagrande afirma que é fã de Lúcifer



O ex-jogador e comentarista de Futebol da TV Globo Walter Casagrande  afirmou em entrevista que nutre muita admiração por Lúcifer, o Anjo decaído. “Tive e tenho uma admiração muito grande por Lucíder, é um personagem excepcional da história”, contou o ex-atleta à jornalista Mariana Godoy em seu programa de entrevistas.

Casagrande afirma que Lúcifer é uma “figura sensacional”.
Casagrande afirma que esta relação foi também a causa de seu surto psicótico. “Quando eu estava muito alterado fui pesquisar esse tipo de coisa. Ao mesmo tempo eu contestava a história de Cristo. Eu não acreditava nele enquanto filho de Deus. Para mim era uma pessoa como eu e você“.  Casagrande afirma que a consequência dessa descrença de Jesus como Filho de Deus foi o crescimento de Lúcifer espiritual dentro de si.
Na entrevista, o comentarista conta também que em um determinado dia se sentiu  encurralado e rezou para Cristo. Foi uma das primeiras vezes que percebeu fé em Cristo e segundo a ele a imagem dos demônios foram se afastando. “A partir daquele dia eu passei a acreditar em Cristo como filho de Deus”. Casagrande esclarece que não é ligado a nenhuma religião.
Mas ao final o ex-jogador reafirma sua admiração pelo Anjo decaído. “Eu o acho uma figura excepcional dentro da história espiritual. Ele tem a responsabilidade de cuidar de todo o inferno, de todos os demônios“. Casagrande ainda se diz atraído pelo lado negro “da coisa”.






ATUALIZAÇÃO


Casagrande testemunha: “Agradeço a Deus por ter me tirado das mãos de Lúcifer”; Assista

Walter Casagrande Jr. é um dos principais comentaristas de futebol do Brasil, ex-jogador de times importantes nacionais e internacionais e conhecido por não ter papas na língua. Recentemente, participou de um culto na Assembleia de Deus Novo Tempo, em São Paulo, e relatou uma experiência sobrenatural.
Casagrande disse que constantemente tinha visões de espíritos malignos e que toda ajuda que tentava obter para combater essa influência era sabotada. “Eu ficava de madrugada sentado no sofá e as imagens apareciam no sofá e tudo mais. Num determinado dia, as vezes que eu recorria a uma ajuda espiritual, eu não sabia nem fazer uma oração. Eu não tinha nenhum conhecimento da vida de Cristo. Eu tinha da vida de Lúcifer, então eu não conseguia me defender daquilo ali”, disse o comentarista, em um vídeo que circula nas redes sociais.
A opressão era tão intensa que ele não conseguia pedir ajuda: “Quando eu ia procurar essas coisas na internet, quando eu encontrava, a internet caía, faltava energia, sempre bloqueava qualquer ajuda que eu tentava ter”, contou. “Aí, em uma determinada noite eu estava na sala e senti uma presença e pensei: ‘Agora é o meu fim’. Eles estavam vindo mesmo para me matar. Eles vinham na minha direção e eu fui me afastando até chegar na parede. Aí, eu senti uma presença do lado, que era Lúcifer, e eu falei: ‘pô, você vai deixar eles me pegarem? Eu falei da sua vida até agora e você vai deixar eles me pegarem?’”, relembrou.
Casagrande foi, por muito tempo, um admirador de Lúcifer. Em uma entrevista recente ao programa Morning Show, da rádio Jovem Pan FM, disse que essa simpatia pelo anjo caído se deu pelo fato de que ele “aspirou ser maior do que Deus”.
“Eu acho ele [Lúcifer] um personagem fantástico. Mas a minha admiração por Cristo e a minha fé n’Ele aumentou muito mais”, frisou ele, na ocasião.
No testemunho dado na igreja paulistana, Casagrande frisou que Lúcifer não o ajudou no momento em que ele estava cercado por espíritos malignos. “Ele não respondeu nada e as imagens continuaram. Foi ai que eu comecei a orar o Pai Nosso. Eu estava desesperado e as imagens continuavam. Mas, de repente saíram de dentro de mim orações que eu nunca tinha feito. E eu falando que Cristo vivia no meu coração”, contou.
O resultado dessa experiência – que já havia sido contada na mesma entrevista à Jovem Pan – foi uma libertação da opressão maligna: “As imagens começaram a desaparecer. E daquele dia em diante eu senti que a minha vida era de Cristo. Eu ainda não estou em nenhuma igreja, mas eu agradeço todas as noites por Deus ter me tirado das mãos de Lúcifer. Eu senti Cristo do meu lado, Ele me abraçou naquela noite. Ele me colocou nos braços d’Ele. Eu não estava do lado d’Ele, mas Ele quis me defender mesmo assim”, concluiu.
Assista:
<h3>Testemunho de Walter Casagrande Jr. na igreja</h3>
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.