Ladrões roubam mais de 80 galinhas em comunidade fundada por padre Léo,que abriga dependentes quimicos - Atualidades

Ladrões roubam mais de 80 galinhas em comunidade fundada por padre Léo,que abriga dependentes quimicos





Pe. Léo foi ordenado Sacerdote em 1990, atuou como sacerdote na formação de novos religiosos e sacerdotes e também na área da educação. Fundou a Comunidade Bethânia em 1995, cujo carisma é o acolhimento de pessoas marginalizadas, dependentes químicos e prostituídos. Por meio desta comunidade, Pe. Léo nos ensinou a olhar o ser humano integralmente, em suas dimensões física, psico-afetiva e espiritual.


A Comunidade Bethânia, em São João Batista, foi invadida por criminosos na madrugada de segunda-feira, 4. Mais de 60 filhotes de galinhas d’angola, 25 galinhas comuns e quatro pavões foram furtados de dentro do galinheiro, que fica localizado em uma área mais afastada das residências, próximo à horta.

Na manhã de segunda-feira, por volta das 7h, quando dois moradores da clínica para dependentes químicos foram até o galinheiro tratar das aves perceberam o crime. Não houve arrombamento no local.
Eles acreditam que, pelo porte das aves, quem cometeu o crime tenha furtado para criação ou venda. Por isso, a Comunidade Bethânia, administrada pela igreja católica, alerta a população para possível comercialização de aves nos próximos dias.
As aves eram criadas para consumo dos acolhidos da Comunidade Bethânia, pois como é uma entidade sem fins lucrativos, vive por meio da providência divina, ou seja, de doações.

Quem tiver informações ou suspeitas de quem possa ter cometido o crime, deve informar a Polícia Civil pelo número de emergência 181 ou 197 ou ainda a Polícia Militar pelo 190. Um boletim de ocorrência foi registrado e o crime já está sendo investigado.
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.