Padre recolhe assinaturas pedindo renúncia de arcebispo por não denunciar casos de abusos - Atualidades

Padre recolhe assinaturas pedindo renúncia de arcebispo por não denunciar casos de abusos





Padre se ampara na carta do Papa Francisco onde pede que a Igreja se mobilize contra a pedofilia.




Um padre de Valence, no sudeste da França, lançou uma petição online para recolher assinaturas para obrigar a renúncia do arcebispo de Lyon, o cardeal Philippe Barbarin, processado por não ter denunciado casos de abusos por parte de religiosos em sua diocese.
O padre Pierre Vignon justifica sua exigência para que Barbarin renuncie ao arcebispado e ao título de cardeal, se amparando na carta do Papa Francisco onde pede que a Igreja se mobilize contra a pedofilia.
Até a manhã desta quarta-feira (22), o abaixo-assinado tinha o apoio de mais de 5 mil pessoas. O pedido também recebeu o apoio de duas associações criadas para a defesa das vítimas de religiosos.
o cardeal Barbarin deve assumir suas responsabilidades e se retirar", ressaltou o padre, em declarações divulgadas nesta quarta pela emissora de rádio "France Info".
Vignon creditou a gestão do arcebispo uma série de agressões cometidas em sua diocese nos anos 1970 e 1980, particularmente pelo padre Bernard Preynat, pelos quais será julgado.
O religioso lembrou, entre outras coisas, o "deslize" de Barbarin, quando se referindo a esse assunto disse que "graças a Deus, os fatos estão prescritos".
Em seu argumento, Vignon diz que renunciando como cardeal e arcebispo, Barbarin agiria "pelo bem de todos, e particularmente  das vítimas".
0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.