Médica sugere que quem for contra a quarentena abra mão do respirador caso fique doente - Atualidades

Médica sugere que quem for contra a quarentena abra mão do respirador caso fique doente



Indignada com a possibilidade de reabertura do comércio em Campina Grande (PB), onde mora, a médica Adriana de Oliveira Melo, reconhecida nacionalmente por ter sido uma das primeiras a identificar, em novembro de 2015, a relação entre o vírus da zika e os casos de microcefalia no Brasil, usou as redes sociais para sugerir que as pessoas favoráveis ao fim do isolamento social abram mão de respiradores caso sejam internados com suspeita de coronavírus.


"Sugiro a quem for favorável acabar o isolamento social e abrir o comércio, assinar um termo dizendo que abre mão de um respirador quando nós, profissionais de saúde, tivermos que escolher quem vai morrer ou viver", escreveu ela no post em que destaca acreditar na ciência. 

Especialista em medicina fetal e referência no tratamento da microcefalia no Brasil, ela tem utilizado as redes sociais para alertar seguidores sobre a importância da quarentena. "Minha preocupação tem fundamento, e se escolhermos ser irresponsáveis agora, veremos que a pandemia sairá do controle mais rápido do que podemos imaginar", alerta ela. 



"Sei que existe a preocupação em relação à economia, que muitos empresários e trabalhadores estão preocupados com o prejuízo que terão nos próximos dias, porque eu também estou. Mas precisamos frear o avanço do vírus num esforço coletivo. Todos gostaríamos de não ter que escolher entre uma coisa ou outra, mas o mundo tem nos dado o exemplo de que é preciso priorizar a saúde", acrescenta. 



Médica obstetra, Adriana é reconhecida no Brasil por ter sido uma das primeiras profissionais de saúde a identificar, em novembro de 2015, a relação entre o vírus da zika e o crescente número de fetos com má formação cerebral, episódio que ficou conhecido, posteriormente, como uma epidemia de microcefalia

0 comentários via Blogger
comentários via Facebook

Footer

Tecnologia do Blogger.